24flinching.com

Os cuidados que você precisa ter com os pneus do seu carro

Nos nossos carros, sempre nos preocupamos em abastecer com o melhor combustível e sempre lavar direitinho, no melhor lugar, que mais tem cuidado com seu carro e sempre fazer toda a manutenção de troca de água, óleo e etc. Para assim, conseguirmos manter o carro no maior tempo possível. Porém, uma parte importantíssima de toda a engrenagem do carro às vezes esquecemos de prestar atenção e cuidar bem: o Pneu. E será que cuidamos deles como deveríamos? Acho que esse texto aqui é pra você! Vamos às dicas para manter os pneus sempre em dia? É importante prestar bastante atenção, porque os pneus em dia, influem na sua segurança e de seus passageiros.

O primeiro cuidado que devemos ter é nunca exceder o peso que levamos no carro. Sempre devemos evitar a sobrecarga, porque ela influi diretamente nos pneus. Cometendo esse erro, podemos fazer com que os pneus percam até 30% de sua vida útil. Por conta disso, esse cuidado é tão fundamental. Superlotar o carro, além de ser uma infração de trânsito, é bastante perigoso para toda a estrutura do veículo. Por isso, fique bastante atento à quantidade de bagagem e pessoas que leva em seu carro.

O segundo ponto que precisamos entender é a importância da calibragem dos pneus.  Com a rotina e a correria diária, nos esquecemos por vezes de parar em um posto de combustível e verificar nas máquinas se a calibragem está em dia. É fundamental também que nessa hora os pneus estejam frios e que sempre façamos a checagem duas vezes por semana. Importante ressaltar também que a calibragem em dia influi também a quantidade de uso de combustível que se usa em seu veículo.

Outro aspecto extremamente importante para manter a vida útil do seu pneu é o controle da pressão dele. Controlar a pressão do pneu é vital para isso, então se você tiver alguma dúvida quanto a pressão que o pneu do seu carro deve ter, é só consultar o manual do veículo ou entrar em contato com a própria montadora para esclarecer essas questões. Talvez você não saiba, mas a pressão dos pneus tem o poder de influenciar diversos aspectos do desempenho do carro, desde a estabilidade dele até a economia de combustível, seja álcool ou gasolina. Para isso, você precisará manter a pressão certa do seu pneu sempre constante, pois tanto a alta pressão quanto a baixa pressão são prejudiciais para ele. Esses fatores atrelados ao excesso de peso do veículo podem causar problemas graves, como o aquecimento e aumento da deflexão dos componentes do pneu, levando ao rompimento da borracha.

Mais um componente fundamental do carro é o estepe. Nunca podemos esquecer de fazer a manutenção deles, pois, eles existem para nos salvar de alguma eventualidade que possa surgir durante nossos caminhos. Ele precisa sempre ficar bem calibrado e com a manutenção necessária em ordem. É fundamental que deixemos sempre o estepe preparado para qualquer eventualidade. Também não se esqueça de deixar sempre o kit em ordem, o macaco, chave de roda e triângulo.

A qualidade dos pneus comprados também é fundamental que seja levada em conta.  Não procure somente o menor preço, busque opções e marcas confiáveis e conhecidas.

Outra dica que descobri a pouco tempo é fazer um rodízio das rodas traseiras com as dianteiras de tempos em tempos. Com isso, fazemos com que os quatro pneus sejam usados por igual, em sua totalidade, não deixando desgastar somente uma parte dele. Sendo assim, além de conseguirmos aumentar o aproveitamento de todos os pneus, não desgastamos irregularmente eles. Isso também influi na economia de combustível.

Manter o veículo alinhado é um ponto que costumamos nos preocupar somente quando vamos pegar a estrada para fazer uma viagem. Essa conduta está bastante errada, pois, precisamos sempre buscar um local que tenha esse serviço de manutenção e checar com uma maior frequência se tudo está direitinho. Quando o veículo está desalinhado, o desgaste do pneu fica extremamente desregulado. Além do mais é muito perigoso quando fazemos curvas ou até andamos em retas. Como todos os outros erros, esse também influi no gasto de combustível de seu carro. Por isso, é fundamental manter sempre o carro alinhado. Sua segurança também depende disso.

Exceder a velocidade permitida nas vias também é algo que desgasta a borracha e diminui a vida útil de seus pneus com maior facilidade. Necessitamos nos atentar a esse fato sempre. Quando dirigimos muito rápido, o calor se acumula e se junta na parte interna do pneu. Isso faz com que o desgaste seja muito grande.

Usar o tipo certo de pneu para cada tipo de pista que você for dirigir também é algo muito importante. Mas que tipos são esses? Existem os off-road, os on-road, os mistos, os verdes, entre outros.  A principal diferença entre eles está na estrutura que pode ser radial ou diagonal. O segundo está mais em desuso hoje em dia, ele tem um formato parecido com pneus de bicicletas e era usado normalmente em carros nos anos 80. E a partir daí começou a ser trocado pelos radiais que possuem um formato mais quadrado. Esse formato novo é ideal, pois gera uma área de contato maior com o asfalto. Também gera uma maior aderência, resposta e durabilidade. Outro posto diferente entre eles se dá através do desenho da banda de rodagem. E aí, depois dessa mudança o novo tipo de pneu passou a ser divido entre os três tipos citados anteriormente. Os on-road são desenhamos para favorecer o desempenho do carro, ele mantém o contato com o asfalto e assim torna a aderência maior e o escoamento de água mais eficiente. Ele se assemelha bastante com o pneu biscoito usado na Fórmula 1 que é utilizado pelos pilotos quando a pista está molhada. Já os off roads possuem sulcos grandes que tem a função de manter a tração mesmo em terrenos instáveis. É usado bastante em provas de rally, trilhas e terrenos irregulares. Os pneus mistos ou de passeio, como o nome bem dia é a mistura dos dois primeiros tipos de pneus aqui citados, já que combina suas características. Ele funciona bem em diversos tipos e condições de pistas, desde que o caso não seja extremo. Ele também possui um nível de conforto, baixo ruído e grande durabilidade. O pneu verde está contido dentro deste grupo de pneus mistos. Eles são ecologicamente corretos, já que são feitos de materiais mais leves e que, além do menor ruído, auxilia na redução de consumo de combustível.

Uma dica importante para você entender mais o seu pneu é olhar os números do lado dele. Ali estão indicados o número de suas medidas. Assim, você identifica facilmente os modelos compatíveis com aquela roda ou carro. Um rápido exemplo, um pneu com código 205/55 R16 91 W quer dizer que é um pneu com 205mm de largura, e 55% de 205mm é a altura da parte lateral do pneu. O R significa que é radial e 16 corresponde ao tamanho do aro da roda que se encaixa nele. O 91 indica o índice de carga máxima permitida em casa pneu. Portanto 630kg por roda. Já o W é a velocidade máxima aprovada, neste caso, de 270km/h.

Além disso tudo, é importante saber também que o pneu do seu carro é comporto de várias partes diferentes. Normalmente, estudamos isso tudo na autoescola, mas esquecemos com o tempo tantos detalhes. Vou relembrar aqui, são: a banda de rodagem, os sulcos, as ranhuras, as barras, o talão, o estanque, as lonas de reforço, as cintas estabilizadoras, a lateral e o ombro. São diversas partes não é mesmo? Não é apenas um pedaço de borracha que faz o seu carro rodar por aí. Por isso, é necessário  sempre ter todos esses cuidados que aqui citei. Para assim aumentar a vida útil de seu carro, controlar a economia de combustível e sempre manter você, sua família e amigos em segurança.

Normalmente temos a preocupação de só fazer a manutenção no carro somente quando vamos pegar a estrada. No entanto, em função de tudo que aqui foi descrito é necessário ter sempre o cuidado com o carro no dia a dia. Com a rotina, por vezes esquecemos de cuidar de tudo, porém, para manter a vida útil do carro e entender todos os sinais que o carro der é preciso sempre buscar um borracheiro e um mecânico de confiança.

Tomando todas essas medidas e precauções, você vai pode dirigir por aí com todo cuidado e segurança possível. E pode ficar tranquilo, pois se você fizer isso, seu carro vai ter o desempenho esperado e você terá toda a tranquilidade que é fundamental para dirigir. Portanto, vamos relembrar aqui o que sempre precisamos ter em mente para atingirmos esse objetivo: não exceder o peso que levará no carro e nem a velocidade permitida, manter a calibragem em dia, utilizar o tipo de pneu correto para seu carro, manter a pressão dos pneus sob controle, assim como manter o alinhamento do veículo em dia e fazer a troca dos pneus traseiros pelos dianteiros periodicamente, verificar sempre se seu estepe está em dia e o kit para qualquer emergência também. É importante sempre entender como seu carro funciona para estar atento a qualquer eventualidade.

Todos os nossos hábitos de vida dizem muito sobre nós, os que temos ao dirigir não são diferentes. Alguns deles podem comprometer fortemente várias áreas dos nossos veículos, principalmente os pneus. Separei aqui alguns exemplos de hábitos que podemos ter diariamente e que prejudicam bastante os nossos pneus.

Começo a exemplificar com a alta velocidade, que é um péssimo hábito de muita gente. Com ela há um flexionamento excessivo da carcaça dos pneus e isso faz com que haja um superaquecimento deles. A consequência disso é um desgaste grande da banda de rodagem dele. Ao fazermos curvas em alta velocidade é sempre importante acionar o freio anteriormente. Sem fazermos isso, forçamos o atrito entre os pneus e o solo e assim origina-se um maior desgaste na área dos ombros dos pneus. A medida que acionamos os freios do veículo bruscamente favorecemos assim o aparecimento ainda maior e irregular da banda de rodagem do pneu.

Outro hábito que costumamos ter é estacionar nossos carros em calçadas. E ao subirmos e descermos das guias, meio fios, acostamentos ou desníveis acentuados, favorecemos também o desgaste irregular e rápido da banda de rodagem. Geralmente, estes problemas aparecem a longo prazo, portanto, não identificamos imediatamente a causa dele. Também é importante ficar atento a raspagem dos pneus no meio fio, esse atrito faz bastante mal aos pneus. Feito repetidamente, esse erro pode causar separações e arranhões nessa área do pneu.

Além de tudo isso que aqui foi mencionado, é importante ter sempre atenção ao dirigir seu veículo. Nunca beba ao dirigir, esse hábito além de prejudicar na sua percepção ao dirigir, facilitando que você cometa muitos dos erros e equívocos aqui falados, pode causar algum acidente muito grave. Qualquer ação que você faça com a percepção alterada, pode causar danos à estrutura de seu veículo e os pneus fazem parte disso.

Após termos todos esses cuidados, também é fundamental sempre verificarmos a marca além do modelo dos pneus que compramos para os nossos carros. Sabemos que o momento do país não é o melhor e que muitas vezes precisamos fazer uma economia maior de dinheiro e não queremos comprar tudo do mais caro. Porém, nem sempre essa é uma economia boa de se fazer. Em algumas situações, comprando o pneu mais barato, compramos junto um problema, pois a qualidade é inferior que o esperado.

Com tudo isso que falei, quis dizer para vocês que sempre cuidem de seu bem da melhor forma possível. Afinal, em muitas situações é muito mais jogo prevenir que remediar, não é mesmo? Por isso, nos anteciparmos a possíveis problemas é necessário. Temos que cuidar de nossos carros, por muitas vezes como cuidamos dos nossos filhos ou das nossas casas. Como qualquer outro bem que temos, é necessário cuidar de todas as partes de nossos carros. Usando sim o melhor combustível, a melhor marca de pneus e dos acessórios do carro e sempre lavar o carro no lugar que melhor vão cuidar dele.

 

 

 

 

Scroll To Top